segunda-feira, 4 de julho de 2011

Individualismo Metodológico

Max Weber nos fala de uma análise da sociedade através de uma metodologia, o individualismo metodológico, na qual o indivíduo que é o objeto estudado, é analisado de forma isolada, separando-se sentimentos e razão. O observador, cientista, se torna coisa, algo distante do que observa e estuda, para que a análise seja perfeita.


Como forma de análise, Weber cria o Tipo Ideal: através do que é tido como ideal para o sujeito, cria-se algo ilusório e toma-se por este, o ponto de referência da análise. É necessária uma distinção entre o reconhecer e o julgar, para se exercer tanto o dever científico, quanto o prático ( a defesa de sua veracidade e a de seus valores; valores estes utilizados na definição do saber empírico e no esclarecimento do siginificado das coisas).


A concepção de Weber é um esforo para a compreensão dos valores nos quais aderimos os indivíduos. A ciência que Weber procura, é a da realidade, tal qual nua e crua. Assim, o objetivo das ciências sociais é a compreensão das relações das ações humanas, pois, só se conhece um fenômeno social quando se conhece suas influências sobre si e sobre outros fatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário