quarta-feira, 21 de março de 2012

Descartes

       Descartes foi muito corajoso na minha opinião em demonstrar seus conhecimentos e  pensamentos sobre a ciência, ele conseguiu pensar além do que convinha na época não deixando ainda de acreditar em uma força maior .
       Em 1.637 o mundo não tinha uma cabeça aberta para aceitar qualquer tipo de  opinião se não aquela que DEUS é o todo poderoso e também a resposta para todas as perguntas sem respostas.Eu achei bem interessante o pensar dele sobre Deus,que na verdade ele não deixou de ser criacionista mais ele pensava em um Deus que  criou o mundo  para nós seres humanos conseguirmos desvendar  seus mistérios,ou seja,Deus no da a capacidade mais quem faz são os seres humanos.Outro ponto que achei bem interessante sobre Descartes quando ele fala que Deus é o começo e o fim de tudo ,por que se analisarmos ,quando nós somos crianças Deus é nossa única explicação sobre a vida e quando procuramos entender a morte , ou quando estamos próximos dela ,ou ate mesmo algum ente querido a única coisa capaz de nos confortar neste momento também é Deus .
     Enfim os pensamentos de Descartes para aquela época era sim uma grande evolução ,hoje em dia não mais,mas ainda tem muita coisa que podemos relacionar no nosso dia-a-dia  pois ainda faz parte do nosso cotidiano.
   
Duvido, logo existo.
Descartes nos mostra em O Discurso do Método que, ao adquirirmos a capacidade de duvidar, questionar o que parece ser o correto, conseguimos perceber e distinguir mais profundamente o que é certo e o que é errado, analisando de forma mais profunda, conseguimos ter uma visão clara sobre determinado assunto e adquirimos capacidade de escolher que caminho seguir, pois segundo Descartes ‘’a diversidade de nossas opiniões não se origina no fato de serem alguns mais racionais que outros, mais apenas de dirigirmos nossos pensamentos por caminhos diferentes e não considerarmos as mesmas coisas”. Sendo assim, essa linha de pensamento pode ser aplicada nos dias de hoje, visto que muitas pessoas não conseguem ter essa capacidade de duvidar do que nos parece correto e acabam caindo em meio a superstições, ao mítico, ao que parece ser verdadeiro. O que diferencia nós seres humanos dos animais é a capacidade de pensar, de raciocinar e de fazer uso de nossa razão. Sendo assim, devemos saber e aprender a usar nossa razão afim de não cair em meio a pensamentos vazios, sem comprovações, que apenas nos parece ser o mais correto porque alguém que julgamos saber mais do que nós disse ou registrou no papel.

Gabriela Cristina Braga Bisco - 1° Ano Serviço Social Noturno.