terça-feira, 17 de abril de 2012

Influenciados e influenciadores.

    Nós tendemos a aceitar coisas pouco explicadas por sermos influenciados pelo meio em que vivemos e as pessoas que fazem parte de nossas vidas, seja na família, amigos, pelo oque lemos ou até no aprendizado em colégios e faculdades; Francia Bacon apresenta em Novum Organum o seu método de conhecimento, que é baseado na cura da mente, deixar velhos principios para termos novos, deixar de lado nossos ídolos como o do teatro, do foro, da tribo e da caverna, que não são nada além das influências que somos sujeitos pela família, vícios, costumes, influência da religião, dos grupos.
    No meu ponto de vista, na verdade todas as influências que tendemos a ter e aceitamos como forma de vida (jeito de viver) acaba criando a nossa individualidade, pois cada um é influenciado de uma forma e cada um absorve a sua realidade, sendo religiosa, sendo nos costumes, de qualquer modo, o meio te faz ser quem você é hoje, não acredito na idéia da limpeza da mente, já acho que nosso conhecimento, é também baseada em costumes e influencias.

 Danielle Carvalho Lopes, diurno.