sexta-feira, 11 de maio de 2012

                          UMA VISÃO MAIS DETALHADA DO FATO SOCIAL

  As pessoas não se dedicam á algumas atividades porque elas querem e sim por haver uma necessidade da existência de alguém que exerça essa atividade. A divisão do trabalho é a necessidade da luta pela vida dentro da sociedade. Então as pessoas não se dedicam a atividades próprias e sim pela necessidade. Quando uma pessoa se designa a um determinado trabalho é a demonstração dela da preocupação com o todo.
 Essas explicações desses fatos sociais não se vinculam exclusivamente a satisfação das necessidades sociais imediatas.
 "MOSTRAR A PREOCUPAÇÃO COM UM FATO NÃO É MOSTRAR COMO ELE SE ORIGINOU, NEM PORQUE ELE É TAL COMO SE APRESENTA." esse processo todo demonstra o que é um fato social. Nossa sociedade é baseada em organizações, e essas organizações que regem nossa boa ou mal convivência, é normal ter desvios nessas organizações em pequenas porcentagens,  quando essa porcentagem começa a subir passa a ser um problema patológico.
 O  fato social na verdade é  as ações diversas dos indivíduos, comer, beber, dormir, raciocinar, e a sociedade tem todo o interesse em que as funções se exerçam regularmente.
 Mas, na realidade há em toda sociedade um grupo determinado de fenômenos que se destinguem por caracteres, aqui usei apenas um pra explicitar: as diferentes formas de trabalho e o porque delas.



 ROBSON DE JESUS RIBEIRO 1º SS NOTURNO    

A Sociedade depende de nós

Comos ja vimos antes, a sociedade é dividida por instituições que tem funções especificas, que vão manter á ordem e o equilibrio dentro de nossa sociedade.
    E nós estamos inseridos nessa sociedade, somos educados por estas instituições, que são um fato social, somos criados e vamos viver das regras, dentro dos limites que nos é imposto pela "necessidade social"  de se manter a ordem.
    Por isso a maioria de nós crescemos com o plano de nossa vida pronto, trabalhar, casar e ter filhos, isto consiste na instituição familiar, quando alguns de nós negamos a formação de determinada instituição somos criticados, e se esse ato se torna algo comum, interferiria no funcionamento da sociedade, pois sem a formação das familias e sem a existencia de novos seres sociais, não permetiria a continuidade da sociedade.
    Assim, á sociedade depende do bom funcionamento de suas instituições, e nós os individuos de determinada sociedade, somos "foramdos" por estas instituições, assim devemos pensar antes de julgar os "marginalizados", pois eles provavelmente são "produto" do mal-funcionamento de nossas isntituições, do mal-funcionamento da sociedade.
    Ou seja as "instituições" (fatos socais), existem para manter o equilibrio social, porém não possuem um funcionamento perfeito, por isso somos pessoas diferentes, com valores distintios, isso porque o meio influência o individuo, e somos o resultado de variadas influências, obtidas por vários individuos, em variados meios.

por-Pâmela Eunice Moreira- 1º ano serviço social noturno

"As grades do condomínio"


Durkheim vem nos dizer basicamente que o comportamento do indivíduo tem muito pouco peso quando pensamos no âmbito de comportamento social; o intuito do indivíduo sempre se esbarra numa moral.
Há um impedimento social que acaba condicionando as nossas ações.
Vê também, a sociedade como um ORGANISMO social, fala que quando uma pessoa se casa com outra, torna-se reprodutora de um novo organismo, uma célula nova.
Na divisão do trabalho existe uma necessidade, que acontece naturalmente dentro da sociedade, é um resultado da necessidade da luta pela vida dentro dela, o trabalho é um fato social, porque dele depende o funcionamento da sociedade.

Na letra dessa música, nos passa um pouco dessa reflexão.
 
Minha Alma (A Paz Que Eu Nao Quero)
O Rappa
A minha alma tá armada e apontada
Para cara do sossego!
Pois paz sem voz, paz sem voz
Não é paz, é medo!

As vezes eu falo com a vida,
As vezes é ela quem diz:
"Qual a paz que eu não quero conservar,
Prá tentar ser feliz?"

As grades do condomínio
São prá trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão
Me abrace e me dê um beijo,
Faça um filho comigo!
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo, domingo!

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido...
É pela paz que eu não quero seguir admitindo
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir admitindo

 Luciana Pires - SS Noturno