segunda-feira, 11 de junho de 2012

O manifesto.

O manifesto desnuda basicamente a luta de classes e de como o capitalismo se predominou desta para criar seu sistema de exploração. No comunismo, existiria uma sociedade sem classes e por conseguinte deixaria de existir a exploração da mão de obra assalariada e as demais. 
Muitas vezes as revoltas e lutas contra o sistema capitalismo iam em vão, como é exemplificado no filme O Germinal, o proletariado se uniu e tentou reivindicar seus direitos, porém com o crescimento da pauperização a  busca e a necessidade do emprego criou uma "disputa" entre o proletariado, colocando-os em uma situação que é ruim dentro da fábrica e pior ainda fora dela. 
Em minha opinião, a união total dos trabalhadores seria impossível, pelos motivos citados e por tantos outros, que nos deixa cada vez mais preso no universo capitalista.


Luísa Fernandes - s.s diurno

SOMOS LIVRES?

      O Mundo reprimia e reprime , dá medo , provoca "arrepiu", ouvir você é um comunista. Porquê?
      Por que, o que Marx e seus companheiros, idealizaram como um sistema de sociedade, é  o que todos nós gostaríamo, porém este tipo de sociedade, esta forma de convivência se torno impossível, pois agride o que o homem têm de mais precioso o seu "bolso".
        Com o manifesto, Marx apenas esclarece que não é só o comunismo, que tira a liberdade do homem,mas que também o capitalismo e a sua classe burguesa restringem o indivíduo, pois explora sua força de trabalho, e o induz a consumir desenfreadamente, tirando -lhe a liberdade de viver de acordo com seus conceitos .Porém é veladamente que isto acontece, pois o individuo sem tempo, sem relações humanas sinceras,sem questionar;  não percebe que está submetido ao sistema. 
         O interessante é que o manifesto, parece que descreve a nossa sociedade atual.Vivemos alienados e submersos neste sistema que nos engole.
          Condena-se, não sem razão que o comunismo nega a DEUS, mas no entanto o " Capital" hoje é deus.
Andréa B. Defendi Feliciano
video

O capital e a ciência!

Antes do surgimento das maquinas o trabalho era todo feito pelo homem e suas ferramentas. Após o avanço da ciência, e do capital se apropriar desse avanço sem custo nenhum passou a se otimizar a produção. Mas além de melhorar a vida por se fazer mais produtos em um espaço de tempo menor, pelo menos essa era a ideia inicial das maquinas, veio também os problemas. Quanto mais maquinas entravam nas fabricas mais trabalhadores iam para rua, sem contar que a ciência também servia para adaptar maquinas para mulheres e crianças, forçando os pais a colocarem seu filhos e esposas para trabalhar, por falta de opção. Quanto maior e mais eficiente a maquina ficava, ela precisava de um motor maior e mais potente, logo um avanço da ciência, e também mais trabalhadores na rua.
A ciência não parou de evoluir e o capital não parou de se apropriar dela. Com um maior avanço da ciência o capital passou a controlar mais a população também, como temos hoje em dia pais e mães ocupados que deixam seus filhos o dia inteiro em frente a tv, alienando a criança, ou em frente o computador, deixando elas sem condições até de escrever o português correto, pois na internet não se usa o português correto. Não só crianças, mas vemos adultos que não andam mais, preferem os seus carros, escadas rolantes, elevadores, a ciência a serviço do conforto do homem, o capital por trás de todo esse conforto pra ganhar seu dinheiro, aliás as pessoas que são detentoras do capital nem gostam de respirar o mesmo ar que os outros, preferem respirar o ar condicionado.
Mas a tecnologia aliada ao capital não é de todo mal, temos muitos avanços positivos também, e que eu ouso a dizer que só foram possíveis de acontecer pela a disputa que o capital trás. Hoje em dia podemos visitar qualquer parte do mundo, conversar com uma pessoa que está até numa base espacial apenas com um clique e o uso da rede mundial de computadores, com as guerras movidas muitas vezes pelo capital, e não só nas guerras mas na corrida pelo dinheiro, tivemos muitos avanços na saúde também, criação de novos remédios e novos meios de tratamentos que melhoraram e aumentaram a expectativa de vida do ser humano, e também podemos falar dos meios de transporte que ficaram mais confortáveis, velozes e eficientes. Mas só tem acesso a isso quem tem o capital, esse elo muito ruim, mais também muito bom entre capital e ciência tem esse problema, só tem acesso aos avanços quem tem acesso ao capital, pois a internet é privada, a saúde também, e o transporte, independente de ser o público da sua cidade é pago também, tudo é privado.
O capital ainda apropria e comanda a ciência, mais do que antes, e pra você ter acesso a todo esse maravilhoso mundo de conforto que a ciência proporciona você tem que ter o capital, ao mesmo tempo que agrega exclui.



1° Ano Serviço Social Noturno/ Grupo 9, tema: Capital mais ciência é igual?
Rafael Tognati Silveira
Constanza Munhoz (Manhã)
Gilmara Melaine
Bruna Beatriz
Ingrid 

Os cegos, surdos, mudos...

Ao decorrer de toda a história percebe-se a existência de dois tipos de classes, os oprimidos e os opressores, os pobres e os ricos, os burgueses e os proletariados, enfim, a medida que o regime capitalista se alastra e se intensifica, a desigualdade se consolida. Na sua poesia,  Enoch Mansur demonstra a sua insatisfação com a realidade.

EXPLORAÇÃO ARBITRÁRIA

Em nossa sociedade há muita corrupção
devemos acabar com a apatia e desunião.
Vamos nos harmonizar como uma poesia
organizando pensamentos e ações do dia-a-dia.
Visando atingir a coletividade
Realizando coisas, em prol da comunidade.
Esse sistema arbitrário nos causa opressão,
mas infelizmente é nosso modo de produção.
É livre concorrência, e também mais-valia
que estão acabando de vez, com "nossa economia".
Nosso país possuí milhões de desempregados
não somos valorizados, nem pelo empresariado
Que enchem os bolsos as custas de exploração
Mas não investem nem "um puto" em nossa educação.
Pelo contrário a educação vem sendo sucateada,
Nossas universidades, abandonadas.
Criaram cursos pagos em espaço da UNIÃO,
por favor meus gestores, isso não é legal não.
Enquanto o povo do Bumba, está desabrigado
o aluguel social não está sendo repassado
Isso é o que acontece com a população carente
somos todos obrigados a nos tornar delinquentes
Caminho Niemeyer, poluição visual
é ladrão e "crackudo" se cobrindo com jornal
Enquanto isso ocorre onde estão nossas autoridades?
Vendo Miss Universo, ao lado das celebridades.
(Enoch Mansur)

Logo, se o capitalismo beneficia a minoria e causa tanto transtorno a grande massa social, por que, então, nos mantemos calados diante dessa exploração? Por que somos imparciais ao olharmos um mendigo passando fome? Por que não nos revoltamos contra as imposições capitalistas? Por que vemos as atrocidades que os compradores da força de trabalho cometem aos vendedores da mesma e fingimos que não vimos nada? Encontro algumas respostas. Não nos sensibilizamos com essas situações, primeiro, o regime nos conduz a pensar que esses fatos são naturais, comuns. Segundo, o que ganhamos com essas revoltas? aliás, a grande preocupação é com o que vamos perder com essa nossa rebeldia. Imagine, aqueles que já ganham pouco e com muito sacrifício, dificilmente pensam em se manifestar contra o seu empregador, correndo o risco de perderem o pouco que possuem. Infelizmente o capital cala nossa boca.
"Pra que somar se a gente pode dividir?"
                                                        (Como dizia o poeta. Vinícius de Moraes)

O ideal do Manifesto Comunista publicado em 1848 é exatamente este: o da igualdade de todos, não existindo somas de poder, status e capital.
Mesmo antes da publicação, a ideia de uma sociedade igualitária já existia, mas nunca a igualdade e a liberdade no governo conseguiu visar a sociedade em sua totalidade. Como na Revolução Francesa, em que este ideal ficou restrito à burguesia, quando a mesma alcança o poder. E é essa restrição que afeta a sociedade, pois quem não detém o poder torna-se dominado pelo mesmo, que é o proletariado, que é oprimido pela burguesia e escravizado pelo capital. O Manifesto do Partido Comunista vem contra todas as desigualdades geradas pelo capitalismo e seus modos de produção e unindo forças com o proletariado, para que se tome consciência quanto classe oprimida  e se junte para reverter a situação de classe inferior e explorada.

Juliana Marton Moretti - 1° SS - Diurno