terça-feira, 12 de junho de 2012

Manifesto Comunista

É triste pensar que o Manifesto do Partido Comunista escrito por Marx e Engels em 1848 retrata com muita similaridade os dias atuais. Sinto que de certa forma paramos no tempo.
No final do século XVIII quando a burguesia cansou-se da onerosa nobreza chamou à luta os amigos proletariados com o discurso de Liberdade,Igualdade e Fraternidade.
 Revolução vencida o discurso se desfez como poeira no vento, a coroa caiu, os burgueses ascenderam e os proletários continuaram a serem explorados, a única coisa que mudou foi o explorador e a forma de explorar, já o dominado continuou o mesmo e na mesma de sempre.
A união com a massa trabalhadora foi determinante para a vitória da burguesia. Vitoriosa e no poder essa fez questão de se esquecer da “mãozinha” recebida, mas no fundo conhecem o poder que tem essa massa unida.
Pena que a própria classe trabalhadora não a conheça, pena preferirem lutar entre si a se unirem e lutar contra o verdadeiro “inimigo”.
Assim como Marx e Engels que em 1848 idealizaram uma sociedade mais justa, eu em 12/06/2012 vivo para ver que a exploração é a mesma, que a desigualdade impera, que a união da classe trabalhadora inexiste e que a ideia de igualdade entre os homens é apenas um sonho…

                                          Ana Paula _ 1º S.S. diurno