domingo, 2 de novembro de 2014

A interpretação da ação social em Max Weber para o Serviço Social.

Para Max Weber, a ciência social pode e deve ter uma objetividade, uma ciência que tenha mais interesse em compreender, do que transformar, não omitindo opiniões.
Todos nós estamos inseridos em um leque de valores. Por exemplo: cor, raça, religião, orientação sexual entre outros, e devido a esses valores, não existe uma única dialética para interpretar a sociedade, pois a sociedade não pode ser definida apenas por uma classe.
As ações sociais são cotidianas.
Para Weber, todas as ações são mediadas por valores que são múltiplos e não somente valores de classe, como ressaltavam Marx e Engels.
O papel da sociologia para Weber é compreender o sentido das ações sociais e entender o que está na mente de cada indivíduo para determinada ação e é de acordo com essa perspectiva que o Assistente Social deve trabalhar no seu dia a dia, compreendo o usuário, não omitindo suas opiniões e não transmitindo seus valores, devemos compreender o sentido a ação social e não dar um sentido à ela. O juízo de valor do sujeito é o ponto de partida para a ação e não podemos fazer um juízo de valor de outras culturas e um tipo ideal não corresponde a algo que deve ser, mas o que seria possível.
A verdade científica para Weber advém da comparação entre os fatos e o tipo ideal e é essa a metodologia que o Assistente Social deve seguir no seu dia a dia da profissão.

 Amanda Gomes Caldas. 1º ano-SS/Diurno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário