domingo, 2 de novembro de 2014

Ação Social para Max Weber

A cada dia que passa tentamos entender o que acontece com a sociedade, porque existe isto e porque existe aquilo, porque o individuo praticou isto, entre outros. Mas a principal questão é: “Quem ocasionou isto o próprio individuo ou a sociedade?!”
 O papel da sociologia é nada mais, nada menos do que estudar a sociedade, as relações sociais e as interações existentes. Ela é a ciência da realidade. O pensador Weber possui respostas para algumas perguntas, pois ele entende que a sociologia é compreendida pela ação social que é determinada por um sentido, que é praticada no coletivo e possui vários valores. Ele busca entender a ação social praticada pelo individuo e não pela sociedade. Essa ação social é regulada pelas Instituições Sociais, que de fato são aquelas que dizem o que pode, deve ou não fazer, é uma forma de organização que reúne pessoas que tem objetivos em comum.
Para poder entender um exemplo é necessário entender como Weber caracteriza a sociedade. Ele entende que a Sociedade é um Teatro Social, que é formada por um individuo, que no caso é o ator social, que exerce um papel social, ou seja, o que ele faz dentro da sociedade, e que confere um status social, uma realidade social.  
Ele classifica a ação social em quatro tipos: I) Ação Racional em relação a um objetivo – o individuo concebe o objetivo e combina os meios para atingi-lo; II) Ação Racional em relação a um valor – fiel as suas ideias, individuo aceita os riscos desde os primórdios de sua ação; III) Ação Afetiva – estimulada pelas paixões do individuo; IV) Ação Tradicional – estimulada por hábitos, costumes, crenças.
De acordo com um acontecimento, o namorado mata a namorada por ter ficado bravo com ela ao se insinuar ao amigo, por isso ele pratica este ato, a ação social praticada por ele é afetiva, que foi estimulada pela paixão do individuo, onde mostrou seu ciúme e o descaso da namorada por ele, passou por um momento de fúria. Também quando um homossexual é morto por algum individuo que deixa um bilhete em sua boca dizendo a seguinte frase: “Vamos acabar com essa praga” essa ação social é caracterizada por uma ação racional com relação a um objetivo, pois devido ao bilhete é notável que o indivíduo já tivesse em mente aquele ato.
Weber procura analisar uma situação social pelo tipo ideal, se orientará pela investigação e pela ação do individuo. Com isso poderá atuar na organização do caos e da complexidade do real. Nesse momento podemos relacionar esse pensamento como a forma de atuação do Assistente Social, que procura investigar, conhecer, saber o passado do individuo e porque ele praticou tal ato. A sociedade pro Weber não é o tipo ideal, mas sim é o tipo ideal em que indivíduos vivem.










ANA CAROLINA DOS SANTOS SOUTELLO ALVES
1°ANO SS NOTURNO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário