domingo, 2 de novembro de 2014

MAX WEBER - A OBJETIVIDADE DO CONHECIMENTO NA CIÊNCIA SOCIAL E NA CIÊNCIA POLÍTICA / CONCEITOS SOCIOLÓGICOS FUNDAMENTAIS

Método weberiano

Distintamente dos filósofos e sociólogos apresentados até aqui, Weber estuda por meio do individualismo metodológico, que privilegia a ação social do indivíduo, não sendo uma forma de egoísmo, analisando a sociedade por meio dele. Não acredita que a sociedade constrói o indivíduo, apenas dá as cartas; mas é o indivíduo que se faz.
Essa ação social pode ser dividida em quatro:
1.      Ação social com relação a um objeto: toma-se um fim e este é então buscado. Racionalmente buscado. São sempre escolhidos os melhores meios para a busca deste fim.
2.      Ação racional com relação a um valor: o que se diferencia do primeiro, o fim buscado tem um valor, seja este ético, religioso ou político, e é este que se dá a orientação para a busca.
3.      Ação efetiva ou emocional: conduta movida por sentimentos.
4.      Ação social tradicional: estimulada por hábitos, costumes, crenças.
Acredita que a neutralidade valorativa é impossível, pois só pelo fato de optar por um objeto de estudo ao invés de outro já indica um tipo de escolha.
Faz ideia do tipo ideal, que é uma condição de utopia a ser desfragmentada; observação que não indica uma generalização, mas algo que se sobressai.
É a pesquisa que desvenda e mostra a realidade social, não a resposta final. Ao se pesquisar, não se pode deixar com que seus próprios valores contaminem os dos outros.


(Letícia Braga Carrijo – 1° ano SS – Noturno)

Nenhum comentário:

Postar um comentário