domingo, 2 de novembro de 2014

Sociologia de Max Weber 
"O homem jamais teria alcançado o possível , senão tivesse tentado o impossível." 

Para Weber, não basta descrever as atitudes  e relações estabelecidas entre os indivíduos em sociedade, mas é necessário também considerar e interpretar o sentido que as pessoas atribuem às suas próprias atitudes. Ele definia Sociologia como  uma ciência voltada para a compreensão interpretativa da Ação Socialse tornando o ponto central da sociologia de Max WeberÉ o individuo que, por meio dos valores sociais e sua motivação, produz o sentido da ação social. Assim o homem passou a ter, enquanto individuo, na teoria weberiana, significado e especialidade. 
Weber entendia que o objeto de estudo é apenas um fragmento finito da realidade. Assim, concorda com a impossibilidade de entender os fenômenos sociais em sua totalidade, o que fez com que desenvolvesse o uma ferramenta de estudo que chamou de Tipo Ideal.  O sociólogo considera importante o estudo de todas as  ações humanas, que, envolve algum significado para seus praticantese as classifica como tipos ideais, que são divididos em quatro categorias:1- Ação social racional com relação a fins(estudar para conseguir aprovação em algum concurso, aplicar na bolsa para ganhar mais dinheiro ) 2- Ação social racional com relação a valores (ir a Igreja, não aceitar suborno) 3-Ação social afetiva ( comemorar a vitória de seu time, ter ciúme do amigo da namorada) 4-Ação social tradicional(utilização de talheres, fazer sinal da cruz diante de uma Igreja) . 
 O sociólogo dizia que o cientista, como todo individuo em ação, age guiado por seus motivos, sua cultura ou tradição, por isso sua  postura deveria ser de compreender as relações sociais e analisar sem interferir, se mantenho neutro ao analisar os fato sem se relacionar com ele, isso dentro da perspectiva da sociologia compreensiva de Weber. Ele também não se apoiava nas ciências naturais a fim de construir seus métodos de análises e nem mesmo acredita ser possível encontrar leis gerais que expliquem a totalidade do mundo social. Seu interesse é descobrir regras universais para fenômenos sociais. Mas quando rejeita as pesquisas que se resumem a uma mera descrição dos fatos, ele busca leis causais, as quais são suscetíveis de entendimento a partir da racionalidade cientifica. 
Élica Batista dos Santos, 1° Ano de Serviço Social, diurno. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário